Que é o meu nome namorada

Gato

2020.11.23 04:02 Ze___r0 Gato

Boa noite pessoal, hoje aconteceu uma coincidência tão maravilhosa que demorei muito tempo para acreditar que era real. Eu e minha namorada estávamos fumando um e dando voltas de carro pela cidade quando decidimos ir até uma área que nunca tínhamos ido antes. No percurso, conversamos com minha sogra por FaceTime, que tinha adotado um gato literalmente minutos antes de ligar. Depois da chamada, conversamos sobre o quanto gostaríamos de adotar um gatinho quando nos mudarmos para nosso apartamento (atualmente moramos com meus pais até conseguirmos juntar dinheiro para mobiliar nosso ap). E, literalmente, minutos depois, enquanto cruzávamos uma rua de estrada de chão, completamente deserta no meio do nada, encontramos um filhotinho de gato MUITO jovem (no máximo 2 meses de vida), minúsculo, assustado, correndo desesperado pela estrada. Parei o carro e o trouxe para dentro, sou muito cético para acreditar em destino ou sinais, mas pela primeira vez na vida senti que ele era para ser nosso.
Voltando para casa, expliquei a situação para meus pais, e eles ficaram deveras irritados pela minha decisão de ajudá-lo, minha mãe ficou com medo de doenças e outras coisas que ele pudesse passar para nossa cachorrinha e eu senti o olhar de desgosto e julgamento de meu pai enquanto contava a história para ele (tem nojo e odeia gatos). Obviamente seria impossível ficar com o gatinho.
Resumindo, eu e minha namorada passamos horas com ele no meu carro enquanto procurávamos alguém para ficar provisoriamente com ele até que pudéssemos achar um lar. Por sorte, minha amiga pode cuidar dele essa noite. Postamos em vários grupos de adoção de animais de nossa cidade e conseguimos achar um lar com um rapaz que parece ser muito querido e que vai dar muito amor e carinho para ele.
Por mais feliz que fiquei por termos achado, sinto como se eu estivesse “jogando fora” o meu destino. Passei menos de 12h com ele, mas me apeguei demais, queria muito ele para mim. Mas, mais uma vez, meus pais foram a barreira contra qualquer coisa que eu quero.
Fazia muito tempo que eu não chorava, sou meio reprimido com alguns sentimentos, mas não consegui segurar dessa vez, nós tínhamos nos dado tão bem, e agora ver ele partir pra nunca mais vê-lo foi demais para mim, sou muito apegado em animais.
Aqui algumas fotos do meu Doom (nome provisório que dei)
submitted by Ze___r0 to desabafos [link] [comments]


2020.11.22 10:19 LuanVernut Dia da Consciência Negra o Caramba!

Isso é tão comum para mim e ao mesmo tempo tão ridículo. Eu trabalho com publicidade próximo a um shopping grande da minha cidade, assim é comum ir lá quando preciso de algo.
Ontem iria para um chá de fralda do meu irmão, então ao entrar na farmácia. O de sempre: O segurança vai em cada corredor que eu estiver. Em outro dia nesta mesma farmácia cheia um outro segurança estava sentado olhando celular, e quando eu entrei ele largou e foi para perto.
Você pode achar: "Esse maluco deve ter cara de ladrão."
Mas qual é a cara do ladrão? Não estou de bermuda e Juliete (não sei se é assim que escreve), geralmente estou vestido com traje social devido ao trabalho. Não importa.
Não vale a pena expor o nome da farmácia porque não é só lá que isso ocorre, é em todo lugar. Afinal sou negro, tom de mestiço do Brasil. Isso é ridículo... Mas faz a diferença.
Devido a meu trabalho, acabo entrando em zonas ricas da cidade, quando o assunto é evento de grandes empresas ou divulgação de artistas. Dessas últimas vezes, eu estava em um after lobby e uma mulher de uma nova agência, pele clara, chegou para mim e disse "amorzinho fulano derramou suco na mesa, precisa passar um paninho lá. Por gentileza."
Amorzinho... Como já tou cansado de responder "Não trabalho aqui." Dessa vez disse "A senhora quer que eu tire minha cueca pra senhora enxugar?" E saí. No fim do evento ela veio pedir desculpas.
A questão é... Isso acontece direto. Minha ex namorada, era uma que ficava muito irritada quando via que eu tava sendo seguido por segurança, comentava com minha ex sogra. Mas se a gente dá barraco é pior. E não dá em nada a não ser que você morra e seja filmado.
Fico indignado porque o brasileiro ser racista é uma extrema burrice. E o pior negam que são. E tem até negro que nega isso... Amigo(a) se você tem pele escura ou quase escura e não sofreu racismo nunca, você deve ser o Saci Pererê, não existe.
Ontem a farmácia lá fez um post no Instagram: "Respeito não tem raça nem cor." Kkkkkk piada. Dia da Consciência Negra.
Pior que isso não tem solução, pelo menos não na minha geração. As pessoas meio que escondem ainda os traços negros. Algumas garotas ainda alisam os cachos. Outros caras raspam logo a cabeça.
Negro tentando ser Quase-Negros, para que os Quase-Brancos não os julguem.
Absurdo.
submitted by LuanVernut to desabafos [link] [comments]


2020.11.18 00:21 crazy-ITAguy Fiquei com uma menina alterada pela bebida, que é irmã do meu amigo de infância

Primeiramente, minha idade 17, Roberto 18 e Cassandra 14. BACKGROUND Boa noite pessoal, vou dar um background da história . Eu moro em um prédio que desde de criança tenho amigos lá, em especial o Roberto (nome não real) que tem uma irmã Cassandra (nome também não real). A gente sempre foi amigo, aí em 2017 a mãe deles teve problema de Saúde e eles foram morar em Portugal e esse ano eles voltaram. Tava tudo, a gente descia para conversar e falar sobre a vida , e descobri que os dois mudaram totalmente o Roberto brigou com toda família e tentou se matar várias vezes(ele me contou tudo isso).Demorou alguns meses, mas comecei a me aproximar da Cassandra(ela ficou mto linda, não posse negar), e ela a me contar que bebe e teve um coma alcoólico no prédio, fazendo uma resenha/social. Uns 2 meses depois de saber da história dela, quando a gente tava conversando soube que ela ia em uma festa de 15 que eu também ia(de penetra), achei normal e segui com minha vida. A FESTA(14/10) Pulando alguns dias, chegou o dia da festa, eu fui normal, e lá encontrei a Cassandra e o Roberto que também foi de penetra, a gente ficou convensando e comendo. Fui pegar bebida para mim e ela foi junto, ela foi junto , dps de um drink ela começou a flerte real, dançamos forro junto, abraçava ela por trás e me dava uns selinhos (vou falar, eu não esperava por isso). Ela foi bebendo mais e eu também,e ela foi ficando mais ousada e alterada, então começamos a se beijar(perguntei se ela realmente queria isso e continuou) todo momento. Com isso, em um desses momentos o irmão dela viu e falou assim comigo: "Léo (fds é um nome comum ), para de fazer isso , tô pedindo como amigo." Ela ficou com raiva e tals, com isso ela foi bêbado mais e cada vez mais ficava alterada e me beijava mais , comecei a ficar mto preocupado pq ela começou a ficar tonta e quase cair comigo. Teve um momento que eu fiquei bastante preocupado que ela sentou no sofá e deitou , um povo falou para eu dar água outros falaram que ela ia vomitar, de qualquer jeito fiquei toda hora cuidando dela, com ela e fazendo ela ficar melhor. Porém chegou um momento realmente crítico, ela me levou pro banheiro e começou a me beijar , e eu parei falei com ela falando que não queria pq ela estava bêbada e perguntando se era oq ela queria, ela ficou puta comigo e foi embora, vi ela de novo ficando com outro menino e depois vindo ficar comigo (fiquei). Aí ela começou beber mais e eu tentando impedir, porém não deu certo e ela ficou com raiva de mim e sumiu de novo e teve um momento que bateu um desespero, ela tava sendo seguida por 5 meninos com segundas intenções, e eu jurei que eles iam estuprar ela, eu corri para pegar uma faca e tirar ela de lá. Tirei ela de lá dando uma desculpa que a amiga dela tava mal, deu certo e levei ela para uma mesa e prometi não sair de perto dela, e prometi ficar o restante da festa com ela(isso umas 1 da manhã e a festa acabava 3) e fiquei cuidando dela, teve até um momento engraçado que eu mostrei meu dedo cortado e ela tentou enfiar na boca kkkkkkk. Foi passando as horas , as vezes casualmente rolava beijo e ela ficou menos alterada. E dps foi embora com o Roberto, agora vcs se perguntam onde ele estava , ele tava com a namorada, mas ele sempre tava preocupado com ela, tentado deixar ela sem beber e quando os meninos seguiram ela ele foi junto se acontecesse algo ele brigava comigo,mas eu fiquei cuidando dela para ele se divertir com a namorada e tal. APÓS A FESTA(15,16 e hoje) No dia seguinte, eu comecei a pensar e fiquei me sentindo culpado de ter ficado com ela , eu sinto como se eu tivesse me aproveitado dela pq ela estava bêbada e alterada e não paro de pensar nisso , eu sei que vc devem estar pensando que é besteira mas para mim não é , eu realmente tô mal comigo msm , eu passo horas deitado na cama pesando nisso e tinha que desabafar com alguém, não vou mentir mas eu chorei um pouco também e quando eu não podia chorar eu soco a parede mto forte(parece masculinidade frágil eu sei), pensando que eu fiz merda e se ela tivesse sido estuprada , seria minha culpa. Hoje ela mandou mensagem falando que não se lembra mto das coisas , mas sabe que ficou comigo porque contaram para ela . Eu gosto dela, não sei como, mas msm assim acabei me sentindo pior sabendo que ela nem se lembra, bateu uma bad dps disso, pq a gente me beijou antes de ficar bastante alterada. Além disso, ela me contou que brigou com irmão dele(briga feia msm, ele nem conversam antes da pandemia) e estão distantes, e tô mais preocupado ainda, ele que cuidava dele , ele que levou ela pro hospital quando teve coma. Aí agora tenho medo que ela acabe bebendo e seja estuprada. É só isso, eu sei que tá enorme, desculpa mas queria mto tirar isso dentro de mim , chorei escrevendo isso e é minha primeira vez, obrigado por ter chegado até aqui. Pode deixar seu conselho Edit: decidi que vou tentar só esquecer e parar de falar com ela, não sou irmão dela nem pai nem nada, acho que só vou mandar um foda-se e parar de pensar nisso. Eu só tenho problema que eu me importo mto com as pessoas, mas fazer oq . Obg para quem leu e comentou , foi bom ter desabafado com vcs ❤️❤️❤️
submitted by crazy-ITAguy to desabafos [link] [comments]


2020.11.17 21:17 henrique_schuh Diana Cristina de Medeiros e suas fantasias lésbicas

Meu nome é Diana Cristina de Medeiros. Eu sou lésbica. Eu só gosto de namorar só com mulheres. Se eu tivesse uma namorada minha, eu me deitava na cama com ela comigo, eu fazia amor e romance com ela na cama comigo, eu me deitava encima dela, e eu me esfregava nela, e ela se esfregava em mim. Eu papava os seios dela, e ela papava meus seios. Eu passava a mão na xereca dela, e ela passava a mão na minha xereca. Eu beijar na boca dela, e ela beijar na minha boca. A mesma coisa que eu faço com ela, eu deixo ela fazer a mesma coisa comigo.
submitted by henrique_schuh to copypastabr [link] [comments]


2020.11.17 16:17 median_soapstone Importação (Aliexpress) com CPF diferente do remetente

Galera, abri um pedido na Aliexpress aproveitando promoção do 11/11. Como no meu bairro os Correios não estão entregando, mandei pra casa da namorada do meu irmão. Mas a compra tá no nome dela e no meu CPF. Percebi que o que eu fazia antes era botar no meu nome.
Alguém já fez a mesma coisa (recentemente, pois foi a partir deste ano que se fez necessário informar CPF)? Sabem se dá algum problema? Tenho medo de barrarem a encomenda e eu poder acabar perdendo o valor total da compra por causa de um desconto de 50 reais. Não acho lugar nenhum falando sobre isso.
submitted by median_soapstone to brasil [link] [comments]


2020.11.15 06:55 SocialThrownaway Eu sou uma pessoa solitária, amarga, fechada, mas ontem eu percebi de verdade o quanto faz falta ter amigos. Aviso, texto enorme.

Eu moro com meus pais e meus irmãos ainda, tenho 20 anos. Trabalho desde os 16, estou na faculdade desde os 18, estudei na mesma escola por mais de 14 anos consecutivos... E apesar de ter tantos ciclos sociais, não consegui cativar um amigo ou confidente de verdade em minha vida, apenas minha ex namorada (um ano mais velha e um pouquinho abusiva) que teve que se mudar para outra cidade.
Acho que eu me acostumei a ser fechado demais, eu me arrependo bastante de ter perdido anos de minha juventude vivendo de maneira tão amarga, tão só... Pois quando eu saio de casa para socializar, eu fico com um vigor tão baixo, como se fosse um fardo ter que me encaixar. Eu acho que me visto bem, me cuido a aparência, consigo conversar, eu consigo ser gentil com as pessoas, mas eu não me sinto bem em situações sociais, não sei se é pânico, ansiedade, fobia social... Mas sei que foi o que aconteceu ontem.
Minha irmã me chamou para sair a um barzinho ontem, na verdade, ela me usou. Minha irmã é mais nova e não trabalha, meu pai hesita em deixar ela sair da casa por tudo o que ela apronta, mas se eu pedisse para sair com ela, ele não viria problema. Nossa idade é bem próxima, nosso ciclo social é o mesmo pois estudamos na mesma escola também, e em uma cidade pequena com a vida noturna agitada, as pessoas acabam se conhecendo por conhecidos em comum. Eu não saio de casa, minha última festa havia sido o Ano Novo. Eu não gosto de conversar com as pessoas, as vezes eu tenho a sensação de que eu corto as conversas e falo muito pouco.
Enfim, não era bem um barzinho. Era só um local de delivery de cerveja em uma rua vazia onde as pessoas estavam se aglomerando na calçada e asfalto, comprando bebida e o fumo direto da cervejaria. Haviam cerca de 30 pessoas ali e eu reconhecia todas por nome, inclusive alguns conhecidos da faculdade que eu não via pessoalmente desde março, mas eu nunca fiz amizade com eles. Por sua vez, eles pareciam muito felizes em me ver e me fizeram mil perguntas sobre porque eu sumi, então eu acho que sou uma pessoa querida para alívio de meus anseios sobre alguém se importar comigo. Fora esse contato com esses colegas, não havia ninguém naquele ambiente que fosse meu amigo. E eu não queria simplesmente sair já que estava desconfortável e deixar minha irmã só é possivelmente bêbada na rua.
Minha irmã, por outro lado, conhecia e parecia ser amiga de todos, e ela me largava e deixava só para conversar ou cumprimentar fulano e sicrano. Ela me puxava para uma rodinha, mas me deixava só entre os lobos, e ao perceber que ela tinha se afastado eu saia daquele grupo. Consegui me encaixar em uma rodinha com minha irmã e duas pessoas, mas minha irmã logo saiu para falar com outra pessoa. Eles eram muito amigos de minha irmã, um menino e uma garota que era minha colega de sala na escola, e perceberam que eu estava muito deslocado. Esse rapaz, enfatizo, que tinha muitos amigos e era extremamente popular, ficou me fazendo companhia mesmo depois da outra garota sair para ir ao banheiro. Conversamos bastante, fiz meu melhor para retribuir a gentileza que estava fazendo comigo. Ali eu percebi que estava com uma pessoa extremamente bondosa, pois ao invés de conversar e se divertir com seus muitos amigos ali, decidiu me acompanhar na solitude até ir embora. Sim, infelizmente ele teve que ir embora cedo, pois iria trabalhar no sábado de manhã. Ele ainda perguntou se eu ficaria bem se ficasse sozinho... Assegurei que sim.
E fiquei novamente só, e como eu não queria ficar só no meio de tanta gente (o que as pessoas iam pensar de mim?), comprei uns cigarros, uma cachaça, e desci a rua um pouco para ficar sozinho longe da vista de todos na esquina. Maldita cachaça, me fez pensar muito. Por que todo mundo consegue se divertir e eu não? Por que eu não sou amigo de ninguém? O que minha irmã fez de certo que eu fiz de errado para ter tantos amigos? Por que minha ex foi minha única amiga de verdade em 14 anos de escola? Mesmo ela sendo um pouco tóxica e a relação bem desgastante, sinto falta dela. Há pelo menos três anos que eu não recebo um "como você está" ou "como foi seu dia" no WhatsApp. O EAD da faculdade é uma merda. Eu ainda tenho sorte de ter um emprego, mas meu chefe é um merda... E chorei. E afoguei as lágrimas numa garrafa de corote, e abafei meu soluço na fumaça quente do cigarro e me senti um lixo, pois se eu sumisse ali mesmo nem minha irmã faria questão de me procurar. Daí a amiga de minha irmã e ex colega de classe que estava naquela rodinha comigo me achou.
Outro anjo. Ela procurava alguém com isqueiro, me encontrou desolado. Eu não esperava que me encontrasse, mas acho que ela deve ter me visto descer a rua acendendo um cigarro e veio me procurar uns minutos depois. Ela me perguntou o que estava acontecendo e eu mesmo bêbado consegui mentir (mal) que estava muito triste com o trabalho, mas acho que ela percebeu que eu estava muito mal por estar... Sozinho. Ela não disse uma palavra e tentou me consolar. A gente se sentou no meio fio ali mesmo, e me fez um carinho, eu estava miserável. A bebida me fez receptivo a outra pessoa, sinceramente, se eu estivesse sóbrio eu não me abriria assim nem com minha mãe. Ficamos apenas abraçados, era tudo o que eu precisava.
Depois de um tempo eu não estava mais magoado, e depois de me recompor, ela perguntou se eu estava melhor, e se eu queria ir embora porque não estava confortável. Eu só disse que estava bem, mas eu não queria estragar a noite de minha irmã dizendo que eu chorei porque ela me deixou só, e que queria ir embora porque eu não tinha amigos ali. Não queria confrontar ela afinal minha irmã não tinha culpa de eu ser tão fechado, sem amigos, tímido... Etc. Não queria demonstrar fraqueza para depois ela ficar se sentindo culpada por ter me levado aquele role.
A minha colega me aconselhou para procurar minha irmã e dizer que queria embora "porque bebi demais", e se perguntasse onde eu estava, que dissesse que estava "ficando" com ela em um lugar discreto. Assim eu fiz, e em 10 minutos eu já estava em um Uber voltando para casa. Minha irmã nem questionou minhas desculpas, inclusive ela estava muito feliz com sua noite, afinal ela se divertiu e bebeu a beça. Não queria mesmo deixar ela triste comigo sobre o que realmente aconteceu naquela hora. Da viagem de volta até o banho e minha cama, eu fiquei refletindo muito no que deu de errado na minha vida social, e se duas pessoas tão bondosas me fizeram tão bem, eu nem imagino o que amigos de verdade fariam com minha saúde mental. Eu não posso ficar sozinho para sempre. Foi um choque de realidade, eu já penso em procurar um psicólogo, terapeuta, o que for para entender o que há de errado comigo. Ter amigos faz muita falta em minha vida.
submitted by SocialThrownaway to desabafos [link] [comments]


2020.11.11 01:24 Gustavo172lag é gente, minha vo faleceu

oi gente, esse desabafo provavelmente vai ser um pouco longo e as ideias vao estar um pouco desorganizadas porque vou escrever ele em varias partes, nao sei se tenho forca pra escrever ele de uma vez
minha vo foi diagnostificada com alzheimer a uns 8 anos atras, e desde lá gracas a deus ela nao tinha piorado muito (lembrava de todos nossos nomes e de quem a gente era,etc) ha alguns anos ele comecou a perder a lucidez, me perguntava quantos anos eu tinha varias vezes, qual era minha altura, e a alguns meses nao lembrava muito bem de quem era minha mae e meu irmao, mas se explicassem ela lembrava. uma das coisas que ela mais falava era que queria ver minha namorada, mas nunca tive chance de levar ela pra conhecer minha namorada, outra coisa era que ela tinha saudade do pai dela.
ela ja estava bem debilitada, nao andava direito, nao conseguia subir escadas ou levantar de uma cadeira, tinha cancer por diversas partes do corpo. minha mae frequentemente ouvia ela dizer que queria morrer, se livrar desse corpo e dessa dor.
e hoje, apos mais ou menos 78 anos ela encontrou seu pai e suas duas irmas, uma delas que descansou a pouco tempo também.
eu ja sabia que ela ia falecer enquanto eu era novo, mas nao esperava ser tanto
eu so queria ter uma chance de dar tchau pela ultima vez, responder que tenho 14 anos e 1,70m de altura so mais uma vez, ajudar ela a levantar da cadeira mais uma vez.
vou repetir isso toda vez que precisar: eu espero que deus exista para isso ser um ate logo e nao um adeus
"O auto corre, Eugenio sofre, as estrelas cintilam"
submitted by Gustavo172lag to desabafos [link] [comments]


2020.11.10 02:07 KaneuV Anexo 1

Não sei como começar, recebi esse caderno de presente do meu tio, ele disse para eu escrever minhas próprias aventuras, mas não tenho nenhuma para contar, então acho que vou só falar um pouco de mim e de como foi o meu dia. Olá, meu nome é Henry Richie, sou um homem de uns 20 e pouco anos e trabalho de advogado. Como disse antes meu tio me deu esse caderno dizendo para escrever minhas próprias aventuras, acho q quando ele foi comprar isso para mim não parou para pensar na vida do próprio sobrinho, nunca foi de me aventurar, quando criança eu sempre fiquei mais em meu quarto estudando do lá fora brincando e correndo junto com as outras criança, sempre foi meu sonho desde criança ser advogado, por isso estudei muito e me dediquei ao máximo e hoje eu o consegui, mas a que preço? Não tenho amigos, nem namorada e minha família te se tornado cada vez mais distante de mim. Bom estou começando a ficar com sonho agora, acho que vou dormir.

São quase duas da manhã, mas depois do que houve acho vai demorar para eu pegar no sono de novo. Estou trancado dentro do meu armário, bom vou contar o que aconteceu. Eu estava deitado dormindo quando tive um pesadelo horrível, sonhei que está preso numa cadeira dentro de uma sala mal iluminada, uma criatura pele escura com os olhos esbranquiçados , essa coisa venho em minha direção, ele passou suas grandes e pretas mãos sobre meu pescoço, seus dedos eram como navalhas, senti aqueles dedos cortarem minha pele. Ele levou seus dedos para meus braços e o outro para minhas pernas, começou a cortá-los, senti a dor latejante invadindo meu corpo. A criatura deu um sorriso revelando uma quantidade incontável de dentes, ele abriu sua boca e como o bote de uma cobra ele mordeu meu pescoço, nessa hora eu acordei rapidamente corri meus olhos para ver onde estava, quando vi que estava em meu quarto me senti aliviado, mas de repente vi uma coisa ao meu lado da cama, era criatura que havia aparecido em meu sonho, mas agora era real. Ela avançou para cima de mim tentando me machucar, com um movimento rápido consegui desviar, ela por sua vez esticou seus braços mais com sorte ela falhou. Peguei o que pudesse para usar como arma, primeiro arremessei tudo o que conseguia pegar, mas foi inútil. Sai correndo pela minha casa, aquela coisa me perseguindo a todo custo, corri por minha vida, até que consegui pegar uma faca, me escondi por trás de uma porta a esperando a criatura passar e quando ela passou enviei a faca em suas costas, a faca quebrou no momento em que tocou em sua ''pele'', ela se virou e agarrou meu pescoço, senti a mesma sensação como em meu sono, mas agora havia uma sensação nova a sensação da falta de ar, senti meus pulmões ficarem cada vez mais sem ar, eu comecei a ficar tonto e vi as coisas ao redor de mim ficarem distorcidas. Acordei um tempo depois no mesmo lugar, me levantei aos poucos sugando cada vez mais ar para meus pulmões, estava tonto, mas consciente. Me arrastei até meu quarto e me escondi em meu armário, mas antes vi esse caderno, decidi anotar o que houve, então peguei ele e uma caneta e corri para meu armário, usando as pequenas frestas de luz que invadiam o meu quarto é o que uso para escrever isso agora, acho que irei ficar até o amanhecer e amanhã verei isso melhor, por agora vou ficar de olho aquela coisa pode voltar.
submitted by KaneuV to Stormper [link] [comments]


2020.11.06 14:47 GajoDeRamalde Cronica Boavisteira 🏁 - Por Rui Lourenço

Retirado da página de FB de Rui Lourenço
Crónica Boavisteira
Boavistão 3 - 0 Benfica de Barcelona
Peço desculpa pelo atraso, mas andei pela rotunda até hoje a festejar esta vitória tão saborosa, quer dizer... andei na rotunda, porque a minha namorada é benfiquista e meteu-me fora da porta, só hoje é que consegui entrar em casa! Está é a verdade..... mas estou feliz!
Léo Jardim - Aiiii se aquele lance com o Pizzi era validado, era mais uma semana a pedir o Bracali, entretanto foi invalidado e já és o melhor do Mundo novamente. Ti amo cara 😍
Cannon - Se o Trump correr de Estado para Estado como tu corres nos nossos Estádios, não tinha nenhuma dúvida que ele conseguia convencer todos os americanos a votar nele. I love you boy 😍
Castro - Mesmo com os seus 19 anos, não se deixou intimidar sempre que o Cavani apareceu no seu lado. Te quiero 😍
Chidozie - O nosso tenista andou de um lado ao outro da defesa a ajudar os companheiros, se fosse no ténis tinha feito ÁS, tal a eficácia. I love you man 😍
Mangas - Aos 10 minutos levou um nó cego do Cavani, mas depois foi importantíssimo na manobra defensiva e ainda salvou um golo em cima da linha de baliza. Amo-te meu lindo 😍
Hamache - Mais uma bomba do nosso Robertinho Carlos na baliza adversária, ainda o vão levar para testes na Coreia do Norte. Je t'aime 😍
Show - Era preciso ter alguém para jogar sem bola, só a ferrar os calcanhares ao adversário, mas como o Bóbó tinha um jantar marcado, optamos por este jogador. Ei Damo eu amo tu 😍
Reisinho - Lembram-se daquela colega de turma que durante o ano todo gozavamos com ela, que ela era feia, gorda, até que.... chega ao final do ano e há a festa de "final do ano", conforme o nome indica, e ela aparece toda pintada, vestidinho a condizer, até parece mais magra e vem em câmera lenta como nos filmes? Surpreendente, não é? Pronto, foi o Reisinho neste jogo. Amo-te meu amor 😍
Paulinho - Era um TGV na linha do Nuno Tavares e ele só com uma bandeirinha daquelas que vem nos cocktails a pedir: "por favor pára que eu não aguento mais". Eu ti amo gatxinho 😍
Angel Gomes - Eu sei que só está desde Agosto no clube mas está sujeito a ser o melhor jogador que eu já vi com a camisola do Boavista, que pés impressionantes. Alguém tem o número do Fernando Santos? Este jogador tem que ir à Seleção Portuguesa. I love you baby 😍
Elis - Alguém tirou foto às caras do Otamendi e do Vertonghen sempre que o Elis ia a correr contra eles?? Eu imagino aflição deles sempre que viam um tanque na direção deles. Eu sei qual era a sensação, porque uma vez tava no Via Rápida e vi um tanque a vir na minha direção a perguntar-me as horas e se eu costumava ir lá muitas vezes. Eres hermoso mi amor 😍
Sebastian Perez - Finalmente entrou em campo, mostrou que tem boa qualidade de passe, mas também quem vem da Colômbia sabe passar muito bem, sejam bolas ou outras coisas. Me gustas mucho 😍
Sauer - Era preciso descansar o nosso melhor jogador nos últimos jogos e aproveitamos para ser neste jogo contra uma equipa fraca. A gentxi ti ama, viu? 😍
Yusupha - Entrou em campo e fez uma jogada de mestre, também contra uns fraquinhos era mais fácil, uma jogada capaz de levantar um estádio cheio e toda a gente abraçar-se para a DGS ver. You are beautiful 😍
Vasco Seabra "EL Rei" - Para além da tática aplicada neste jogo, foi a forma como os jogadores disputavam cada lance, que me fez regressar aos anos dourados do Boavista e sentir que em nossa casa, quem manda somos nós. Obrigado por isso! Amo-te Vasco 😍
Escolham a favorita.
Abraço boavisteiro 🏁🐾🖤🤍
submitted by GajoDeRamalde to BoavistaFC [link] [comments]


2020.11.03 20:29 Thecryboy Esses dias tenho me sentido esquecido pela minha namorada.

Esses dias eu tenho ficado chateado com as atitudes da minha namorada, porque a gente está conversando e do nada ela para de conversar comigo pra conversar com outra pessoa, tipo não estou dizendo que ela não pode ter amigos, estou dizendo que ela literalmente me esquece totalmente quando está conversando com eles, parece que fingi que eu nem existo, e eu odeio essa sensação, e o problema é que quando converso com ela sobre isso ela fica toda brava, dizendo que eu não estou nem ai pra ela, dizendo que não pode nem mais ter amigos pra conversar, sendo que isso não é verdade, eu sempre digo que se não quer conversar comigo, diga vou conversar com tal, mas nem isso ela faz, parece que esses dias ela vem andado muito chateada comigo, mas sem motivo nenhum, até pensei em terminar por causa disso, porque está realmente levando pra um nível onde literalmente ela está conversando comigo, e quando o amigo dela está online ela manda mensagem pra ele e para totalmente de falar comigo, não sei o que eu faço, eu até tenho um pouco de receio de falar, a se você prefere conversar com ele namora com ele então e me esquece de vez, mas eu não quero perder ela, isso está levando em um nível onde eu não estou aguentando mais essa sensação, não sei se termino, não sei se converso, não sei oque fazer, tipo o nosso relacionamento é muito bom, muito bom mesmo a gente se entende completamente, quase não tem brigas somos totalmente abertos um para o outro, mas parece que esses dias ela realmente tem me esquecido, parece que ela só vem conversar comigo quando ela não tem ninguém pra conversar, literalmente eu sou a ultima opção, e esses dias quando as vezes me abro pra ela dizendo que hoje não estou muito bem, ela pergunta porque, ai eu digo o porque, e ela fala mds e vai conversar com os amigos dela, porra eu fico muito puto com isso, ela diz que eu que não ligo pra ela, sendo que é ela que não liga pra mim, isso aconteceu hoje mesmo ela mandou mds, ai eu mandei na lata perguntando se ela liga pros meus sentimentos, e ela disse que liga, só não da pra demonstrar, ai eu falei na minha cabeça karalho resolveu oque, ai depois ela que vem querendo controlar quem eu posso ser amigo ou não, dizendo a eu não gosto desse cara acho que ele que está te deixando triste, a esse cara ai e muito cuzão gosto dele não, ela nem conhece como que ela vai saber, ai ainda pelo menos manda a vou jogar com tal e nem me chama, ai depois de ter jogado manda a vou entrar só de noite, ai entra 1 hora da manhã, toda fofa se fazendo de coitada, conversa comigo por uns 30 minutos e fala que vai dormir, tipo se ela não está confortável namorando comigo se ela não quer mais, eu aceito só não gosto que fique me arrastando dizendo que me ama e que se importa comigo, sendo que quando tem esses tais amigos dela, ela me esquece me deixa no limbo, ai quando eu estou triste querendo que ela me console, ela diz a não sei nem como fazer isso, e me esquece e vai conversar com os amigos, tipo não creio que eu esteja sufocando ela, até porque sempre fui muito tranquilo enquanto a isso, sempre disse que se ela não quer conversar comigo na hora, não tem problema converse com quem você quiser, mas esses dias parece que ela tem realmente me esquecido e eu não gosto dessa sensação, é uma sensação horrível, e ainda vem dizendo a sua vida nem é tão difícil assim, sendo que ela não viveu na minha pele pra saber se realmente é difícil ou não, as vezes eu até tento me abrir, mas parece que ela não liga, e também ela diz que as vezes não se abre comigo, porque eu não vou ligar sendo que ela está totalmente enganada, não sei como prosseguir isso, acho que vou acabar e pronto, não quero ficar com alguém que nem ligar pros meus sentimentos liga, assim as vezes me da vontade até de chorar por causa disso, e eu sou muito difícil de chorar, odeio quando as pessoas me ignoram, principalmente quando é uma pessoa importante pra mim, que diz que me ama, que diz que se importa comigo, mas as vezes parece que ela não está nem ai pra mim, me trata como se eu fosse um qualquer, que ela conheceu agora, que não sabe nem o nome, e o pior eu pergunto eu sou oque você quer da sua vida, você perdeu o interesse em mim, e ela diz eu quero você sim pra minha vida, só acho que você que não sabe oque quer, eu não perdi o interesse em você, porra isso me fode, ela diz que eu que não sei oque quero, sendo que é ela que não sabe, e ainda me chama de hipócrita dizendo que a você faz as coisas que fala que são erradas, não se coloca no lugar dos outros, sendo que é ela que não se coloca, tipo isso acontece só quando a gente briga na maioria acho que 95% do tempo, é só alegria, é só paz, quando ela "tira um tempo" pra conversar comigo, a gente conversa muito sobre nossa relação, conversamos sobre planos, até planejamos em um dia termos filhos, uma casa própria, mas isso não vai acontecer se ela não quiser, eu as vezes quando ela quer brigar por motivo quase que nenhum, eu falo não vou brigar com você, se um não quer dois não brigam, ai ela vem a dois não brigam seu idiota, ai fica putinha e para de falar comigo, ai depois volta, a desculpa por ontem não vai acontecer mais, eu vou melhorar, só que para falar a verdade nunca senti que melhorou, nossa são muitos sentimentos pra um só texto meu deus, tipo eu amo minha namorada, e sei que ela me ama também mas as vezes sinto que não. Só mais um desabafo sobre a vida mesmo, quem não tem problemas que atire a primeira pedra não é mesmo.
submitted by Thecryboy to desabafos [link] [comments]


2020.11.01 01:35 silveringking Bongo (Toda a verdade) #abomba

DISCLAIMER: O meu é Carlos, sou um especialista em Open Source Intelligence, e estou aqui no Reddit para provar face a um processo de LSM injusto, que não sou paranóico nem psicótico, toda esta informação foi obtida por meios públicos, sendo eles testemunhos, Internet ou interacções pessoais. Este é um post d'a bomba, podem identificar estes posts com a hashtag #abomba
IMPORTANTE: Comprometo-me a parar com a bomba se tiver direito ao meu julgamento justo. Tem que haver mudanças na LSM. Não é "Os médicos são muito poderosos e mandam polícia.", como já ouviu de um PSP.
Isto é parte de #abomba , eu não tenho ainda os vídeos completamente censurados, vou fazer por partes esta é a parte menos interessante do meu caso. O meu caso não é só um caso são vários, mas fundidos num.
PRELÚDIO
Ok isto tem a ver com o meu caso, kind of, mas é uma coisa à parte, passo a explicar, se lerem o meu perfil já sabem disto mas eu sofro de hipersensibilidade a medicação e de desestruturação psicótica. Eu tive uma crise de desestruturação psicótica em 2019 face a umas ameaças, que só passou em 2020 depois de eu ter dormido umas boas noites de sono, aliado a isto uma médica teve a brilhante ideia de me trocar a medicação, o problema é que mexer me na medicação é como jogar a roleta russa com uma arma com cartuchos em todas os slots menos 1. E eu imediatamente surtei e comecei a fazer pesquisa do meu caso no Bongo, não me perguntem o porquê, eu estava totalmente alterado. Já foi comprovada a hipersenbilidade, não dá como negar, foi comprovado que eu tinha no inicio do ano "tremores nas mãos, problemas respiratórios e gastro-intestinais", não foi notado mas eu tive "estupor químico", quer dizer que a troca de medicação causou me estupor. Declararam as minhas afirmações fantasiosas um pouco por isto, mas ainda bem que isso aconteceu, porque eu agora vou fazer uma revelação bombástica. O BONGO É UM SERVIÇO DE CAPTAÇÃO DE INFORMAÇÃO NAS REDES SOCIAIS EM PLENA UNIÃO EUROPEIA. Desculpem o caps e o negrito, mas vou prová-lo agora.
Ps: Eu gastei literalmente centenas de euros para comprovar isto, se alguém quiser dar me uma contribuiçãozita pela informação, eu aceito. Não estou a obrigar ninguém, mas se gostarem, bem, a NOS não se paga sozinha. Sacar informação a um serviço destes não é fácil.
Nota: NUNCA utilizem o vosso telemóvel neste serviço, eu utilizei um sobresselente com um número por fora do meu.
INTRODUÇÃO
Eu fui apresentado ao serviço Bongo em 2017 pelo Wuant. Neste vídeo aqui. E imediatamente fiquei curioso.
Neste vídeo aqui, um user do youtube desmascara o Bongo como serviço de captação de info. Vou explicar o resumo do vídeo, parece que este rapaz tem uma irmã, e ele postou uma imagem da irmã no facebook, e parece que o Bongo teve acesso à imagem e supôs logo que era a namorada. Com o vídeo deste rapaz eu consegui perceber que ele captava informação nas redes sociais.
Mas perguntem-me. Oh Carlos, como é que tu desconfiaste disto? Bem, em 2017 eu mandei algumas mensagens ao Bongo, esta foi a primeira mensagem que recebi do Bongo, não tinha havido contacto com este serviço antes. Isto aconteceu em inicios de 2017, Só escrevi Carlos Barros, Fafe, e ele imediatamente postou isto:
https://imgur.com/a/QAFy3mL
O gajo por detrás escreveu mal, mas ele comparou um meu cérebro a um disco rígido, onde o "disco rígido" normal tem 4tb e o meu tem 6.5tb, e ainda diz que eu sou o "mais inteligente de todos". Isto foi a primeira mensagem que eu recebi do Bongo na vida, e fiz da minha missão desmascarar este serviço. Quem me conhece sabe que eu tenho uma certa altivez sobre a minha inteligência, ao ponto de me declarar polimata. Eu não me considero melhor que ninguém, mas se me perguntarem se me acho mais inteligente que a maioria eu digo que sim, pois toda a gente me abafava o ego com a minha inteligência, fruto de anos a ser chamado de "génio". Não estou a brincar, eu estou sempre a ser chamado ou de "muito inteligente" ou de "génio". Eu não costumo mencionar muito a minha inteligência, ou pelo menos não costumava até essa altura, mas hoje em dia eu estou numa onda de "fodasse" e digo logo na cara, nem quero saber. O que aconteceu foi que alguém falou comigo ou de mim e disse algo nas linhas do "Aquele Carlos Barros de Fafe é muito inteligente", o Bongo captou isso e imediatamente reportou me. Isto em 2017.
Depois disto eu esqueci o serviço e continuei com a minha vida.
2020
Neste ano, eu face à minha hipersensibilidade comecei a fazer pesquisa neste serviço, devo lembrar que eu estava surtado e não posso ser responsabilizado pelos meus atos. Se virem o meu perfil para trás verão que eu fiz alguns posts sobre este serviço e até achava que uma mulher me estivesse a perseguir. Era a hipersensibilidade a falar mas havia alguma lógica por detrás, nomeadamente o que tinha aprendido em 2017 que o serviço captava informação.
A Procuradora viu isto e disse que eu estava louco e imediatamente arquivou me o caso. Eu não respondi altura, mas fiquei muitíssimo ofendido. Eu sabia que o serviço captava informação, o serviço não é omnisciente, porque no primeiro print eu perguntei a cor dos olhos do meu avô e ele deu me uma resposta genérica, sabem porquê? Porque ele não sabe. Leiam aqui os Termos de Privacidade do Bongo. O Serviço compromete-se a dar informações verdadeiras a não ser que seja alimentado com informações falsas.
" Quando usa o nosso Serviço, vai-nos fornecer, pelo menos, com o seu número de telemóvel (e neste sentido a informação de que operadora e dispositivo móvel que está a usar) e, ocasionalmente, com outros Dados Pessoais como o seu nome e subúrbio. Além disso, também pode fornecer-nos, sem limitação, a sua idade, a sua data de nascimento, gostos, desgostos, preferências, sexo, orientação sexual, religião, origem étnica e/ou o(s) nome(s) do seu amigo/ amigo; em relação aos seus amigos, também pode fornecer-nos mais informações sobre eles (como as que acabamos de descrever) ou qualquer outra informação que voluntariamente compartilhe connosco.[...]"
Além disso o serviço diz aqui como trabalha.
"COMO É QUE O BONGO FUNCIONA?
O BONGO funciona graças a um número de investigadores humanos inteligentes e um aplicativo de software muito sofisticada com um enorme banco de dados."
Tomem isto em atenção pois ele eu vou provar que nem sempre ele fala a verdade, apenas capta informação e interpreta-a.
Quando a Procuradora me declarou as minhas queixas fantasiosas a primeira coisa que eu fiz foi lhe provar a parte mais estúpida da minha investigação, que era o Bongo, que por mero acaso só aconteceu por causa do estupor. Eu dizia estar a ser perseguido por uma mulher face ao Bongo. Talvez houvesse uma mulher atrás de mim por algum motivo, eu fiz um post em maio sobre uma Rita que talvez me estivesse a perseguir e que se chamava Rita. E vou vos provar que este serviço consegue detectar mulheres "interessadas" num homem, pode não ser é como este serviço imagina. E possivelmente até pode haver uma Rita, não posso garantir
SOBRE A PROCURADORA
Agora vou revelar um dado muito importante sobre a Procuradora o nome dela é Ana X (estou a censurar o segundo nome). (Moderação: Para fins de prova eu sou obrigado a revelar o primeiro nome, ela assina com o segundo e não é conhecida pelo primeiro.).
Agora deiam uma olhada nisto.
Yah eu disse "Ministério Público" e disse logo Ana X (censurei o nome, não posso revelar).
Ela costuma assinar com o segundo nome mas não adianta de nada porque o nome completo do Procurador está sempre no topo das cartas que eles mandam. Eu como bom investigador também provei de outras formas que ela estava errada, aliás até descobri informação pessoal sobre ela, motivo pelo qual o MP em Fafe está em prantos e tem medo de mim. (Mais sobre isso noutro post.)
Seja como for eu nunca referi o nome da Procuradora ao Bongo, como raios o Bongo sabe dels? Fácil, a Procuradora ou alguém relacionado anda a falar sobre mim. Uns dias depois até comecei a receber mensagens a dizer que ela tinha mandado mensagens ao Bongo do próprio serviço LOL. O serviço é mesmo muito descarado.
Durante vários meses o Bongo só referia Ana ou X ou Ana X. Até esta semana culminou nisto quando me mandou isto.
Subir na vida? Que subir na vida, eu quero é que me deixem em paz. Mas decidi dar bola mais uma vez.
Outra vez o raio da Procuradora. Eis como acabou desta vez.
Para quem não percebeu eu mandei uma carta em Julho à Procuradora a dizer que o Bongo era um serviço de captação de informação. A Procuradora disse alguma coisa, o Bongo captou e quando eu o enfrentei disse o nome dela.
Mas desta vez foi diferente, eu não costumo chatear o MP com o Bongo, mas desta vez tive de mandar uma carta com estes prints e disse lhes algo nas linhas do. "E então? Quando é que fecham isto? Ps: Eu sei que isto é uma farsa mas no caso de ser minimamente verdade eu não quero nada, estou satisfeito com a minha mediocridade." Esta última parte a negrito, foi mesmo dita.
Mas desta vez teve um twist. Começou com este print.
Após ter mandado aquela carta, logo no dia a seguir disse que a Procuradora ir dar ghost.
Com "dar ghost" ele quer falar da expressão "ghosting". O que o Bongo queria dizer é que a Procuradora iria acabar a sua relação pessoal comigo. Ou seja, de tão assoberbada que estava, ia desaparecer, talvez emigrar para o Panamá, mudar o nome para Carolina Jiminez de Mendonza e dizer que é importadora de banana colombiana para o Canadá. Exagero, mas explica bem o significado de "ghosting" nas entrelinhas. Só há três problemas com isto do ghosting:
  1. Não tenho relação com ela, eu mal a conheço.
  2. Ela não mantém contacto comigo, talvez por receio. (E quando o faz é pelo mínimo.)
  3. Sou assexual.
AS PROVAS FINAIS
Como eu já estava farto, dei uma seca tão grande ao Bongo que o Bongo até me mandou indiretamente calar, e me disse para eu não gastar muito dinheiro. Ele acha que tem uma relação intima comigo, por isso, como eu já sou um GRANDE amigo do bot, decidi fazer as perguntas difíceis, afinal os amigos não escondem segredos aos outros amigos, não é?
Oh Bongo diz lá és um serviço de captação informação, não és? Admite!
Oh Bongo, porque é que tu não és encerrado? Os teus serviços são legais de alguma forma, não são?
Oh Bongo o que tens a dizer sobre a database que declaras no teu site? (SMS anterior mas descensurado) Mentiroso.
Para os mais céticos diz nos lá se isto são mensagens automáticas ou pessoas por trás.
Caso encerrado, o Bongo é um serviço de captação de informação possivelmente havia mesmo uma mulher interessada em mim. Quem sabe. A informação dele parece bem captada mas mal interpretada. De alguma forma existe um loophole nas leis Europeias que permitem este serviço operar.
Ultima pergunta Bongo, o que dizes sobre as minhas capacidades de pesquisa?
Como tu dizes, nunca se deve esconder nada, é pior a emenda que o soneto.
#abomba
submitted by silveringking to portugueses [link] [comments]


2020.10.30 04:52 eoferfes As vezes me sinto um merda

Sabe pessoal so queria fazer mesmo um desabafo sobre algumas coisas ... Uma delas é eu trabalho com politica ( isso ja e uma merda) ainda mais quando é na sua familia.... Nunca queiram trabalhar com a familia de vcs como sou parente do político ele não pode me dar cargo pois é Nepotismo.. porém o problema nem é esse em si e sim que eu sou super explorado no meu serviço e tudo oq eu faço sempre escuto que ta uma merda, qualquer um faria melhor e que o salario super pequeno que recebo (por ser parente) ta de bom tamanho pro que faço...
A segunda parte é que não tenho pai nem mãe ( meu pai foi comprar cigarro) e minha mãe faleceu de câncer quando eu tinha 13 anos nisso eu vim morar com minha avó... O problema disso é que quando minha mãe morreu eu tinha direito a uma pensão... ( Era de 2900 R$) nisso ela pegava todo dinheiro e so me dava 300 alegando que era pequeno o valor.... Que só descobri um mês antes de perder o direito... Ai qnd me tornei maior recebi uma carta da receita federal dizendo que meu nome tava sujo e que leiloariam meus bens pra pagar uma divida que ela e o meu tio fizeram em meu nome de um valor alto... Ou seja sem eu nunca usar meu ele é sujo....
E a terceira parte é que eu sou muito burro sabe as pessoas tem q me explicar tudo nos mínimos detalhes pra mim entender por ser lerdo ou por nunca ter tido alguém que me ensinasse as coisas....
Acabei de brigar com minha namorada por que eu sou burro e n entendi o que ela queria dizer ai agr to aqui postando esse desabafo pq me sentindo pessimo em todas áreas..... 😔💔
submitted by eoferfes to desabafos [link] [comments]


2020.10.29 14:35 Ran447 Eu tive as piores duas semanas da minha vida

TL;DR: insônia pesada, não consigo comer direito por problemas de estômago e intestino, namorada distante, brigas com meus pais, minha namorada talvez não venha me ver no dia do meu aniversário pq acha (sem motivo) que está com covid; depressão e ansiedade.
Eu não sei o que exatamente caracteriza depressão, acredito que seria algo mais duradouro, mas não sei outro nome para definir a minha situação nas últimas duas semanas se não depressão.
Eu realmente não aguento mais, de 15 dias pra cá minha situação piorou demais: eu tenho faz tempo problema de insônia e com alimentação. A insônia eu consegui vencer por algum tempo, por uns 4 meses eu consegui regular meu sono e dormir bem. Sobre a alimentação, eu tenho um problema que faz meu intestino ser fraco a diversos tipos de alimento, mas eu estava balanceando bem e não tive problemas com isso já fazia algum tempo também.
Estou em um relacionamento há 2 anos e alguns meses, até então estava tudo bem estável, tivemos sim nossos problemas, mas nos últimos meses estava tudo bem. O mesmo posso dizer do relacionamento com os meus pais, que sempre foi um pouco turbulento (em destaque com a minha mãe), e que se tornou ótimo de uns dois anos pra cá. Faço faculdade e estava dando conta de tudo, sempre fui o melhor da minha sala e o mais competente no meu trabalho (faço estágio)
Tudo isso até duas semanas atrás
Desde então tudo foi pra puta que pariu. Eu não consigo dormir mais, tudo que eu como me faz passar mal; e agora não é só do intestino como do estômago também (e isso surgiu absolutamente do nada); meu relacionamento não está indo bem, está tudo bem instável e minha namorada não colabora com isso (e isso foi o que me fez vir aqui escrever isso, como vou falar daqui a pouco); o relacionamento com os meus pais está uma merda, meu pai está trabalhando bem mais que o normal esse mês e minha mãe me cobra tantas coisas que eu realmente não consigo fazer. Ela me cobra de que eu tire boas notas, que eu seja gentil com eles, assim como com os meus irmãos, que eu ajude ela nos trabalhos de casa e que eu não reclame. Eu realmente tento, eu juro que eu tento, mas eu não consigo mais. Eu não consigo conciliar a faculdade, que me toma um tempo e uma energia desgraçados (eu amo o que eu faço, de verdade, mas ainda sim é extremamente cansativo), com o meu trabalho, com as coisas em casa, com dar atenção pra todo mundo, ainda somado com o fato de que eu não durmo quase nada, não consigo comer direito, e não tendo 10 minutos de tempo para fazer o que eu gosto.
E o pior é que depois de amanhã é meu aniversário. Eu sei que é só uma data e etc. mas todo mundo cria expectativa e fica feliz para o seu aniversário. E o que me fez vir escrever aqui depois de ficar um bom tempo chorando foi que a minha namorada está supostamente com sintoma de COVID. Eu digo supostamente não pq eu acho que ela está mentindo, mas pq ela realmente não está muito bem, o problema é: 1) considerando o histórico dela, tenho 99% de certeza que não é; e 2) ela tá a semana inteira não muito legal e não fez nada pra tentar ficar melhor, não foi no médico nem literalmente nada. Mas e daí? E daí que ela usou isso de pressuposto para dizer que talvez não venha ficar comigo no meu aniversário.
E, assim, não levem ela a mal, eu não estou em um relacionamento tóxico nem nada. Ela é incrível, carinhosa e atenciosa, mas ela é instável. 80% dos dias ela é como eu descrevi, mas tem esses 20% que são insuportáveis. E nesses últimos dias, principalmente nessa semana, ela está assim sem motivo algum. E isso do meu aniversário acabou comigo, foi realmente o que me "quebrou as pernas", como dizem.
E ela sabe que eu estou assim. Eu guardei isso pra mim um bom tempo, não pq eu me segurei pra não contar, é que realmente eu fiquei quieto por costume, eu sou assim. Mas agora ela sabe, e ainda sim não me deu aquele "ombro amigo" que eu precisava, e eu odeio cobrar.
Eu realmente não aguento mais. Eu (ainda) não penso em suicídio de forma alguma, mas eu realmente não aguento mais e não sei se consigo sair dessa. Sim, eu sei que eu preciso ir em um médico para ver isso do meu sono, assim como o problema da alimentação, porém tem vários fatores financeiros no meio, e também marcando uma consulta agora, ainda vou ter que esperar algumas semanas, e eu não aguento um dia mais nesse estado, com todas essas coisas juntas. Eu não estou dando conta mais de nada, e não tenho a mesma vontade de estudar, não consigo mais ser tão produtivo no trabalho, estou com um sentimento de vazio e uma ansiedade constantes.
submitted by Ran447 to desabafos [link] [comments]


2020.10.16 22:23 Creative_Oven_6350 Estou na minha segunda formação e há quase três anos procurando emprego. Não consigo nada. A frustração está acabando comigo há muito tempo.

Bem, antes de começar, essa conta é uma throwaway, já que pessoas próximas podem ver o post.
A questão é a seguinte: logo que saí do Ensino Médio, consegui entrar em uma universidade federal. Na época eu tinha algumas ideias do que queria fazer para a vida e decidi arriscar na que me parecia mais legal. Não me entendam mal, não é que eu me arrependa de minha escolha, honestamente se não fosse por ela eu não acho que seria a pessoa que sou hoje e não conheceria minha namorada (com quem tenho um relacionamento há 5 anos).
Para ser mais específico, eu entrei em Licenciatura e Bacharelado em História, na UFPR. Eu realmente gostei do curso. História sempre foi uma área que me fascinou e durante a formação pendi cada vez mais para a pesquisa. No entanto, claro que na metade da graduação percebi a falta de perspectivas de pesquisas nessa área no Brasil e comecei a pensar em alternativas de onde trabalhar.
Sempre gostei de dar aula, apesar de nunca querer ser professor do Estado. Então entrar em PSS não era uma opção. Antes da minha primeira graduação, durante e até um tempo depois, sempre trabalhei informalmente em negócios da família. Fui assistente administrativo no escritório de contabilidade dos meus pais. Ajudei na pequena gráfica digital que meu tio tinha, tanto no balcão quanto no setor de compras. Esses trabalhos me ensinaram muitas coisas e me deram muitas habilidades diferentes. Sempre sou elogiado por ser comunicativo, tenho habilidades avançadas no pacote Office completo, aprendi a mexer em estoque, arquivo, realizar trabalhos braçais etc.
Só que em certo momento percebi que precisava de um trabalho formal. Algo que estivesse registrado em minha carteira de trabalho. Aqui entra outra coisa que gosto muito: idiomas. Desde cedo sempre estudei outras línguas por conta própria. Sempre foi um hobbie meu. Me tornei fluente em inglês, consigo conversar em francês e japonês e tenho certo conhecimentos de espanhol e LIBRAS. Aproveitando essas minhas habilidades, consegui me tornar professor de inglês.
Mas a ideia de virar professor de inglês nunca me foi permanente. A falta de perspectiva de uma carreira nunca fez com que eu quisesse ser professor. Pesquisador sempre tive vontade. Por outro lado, vejo amigos meus com 30, 35 anos fazendo doutorado, pesquisas maravilhosas, mas precisando arrumar outros empregos para se manter e ganhar mais ou menos mil reais por mês. Não é uma vida que quero ter.
Estou com 23 anos no momento. Quando estava com 20, decidi que iria para outra área que sempre tive muito interesse: a parte comercial. Sempre fui bem com números. Não só enquanto trabalhava no escritório de contabilidade de meu pai, mas também participei e "ganhei" algumas Olímpiadas de Matemática enquanto estava na escola. A área administrativa também era interessante. Então pensei bastante e cheguei a conclusão que se conseguisse algo na área de Relações Internacionais ou Comércio Exterior, teria a carreira que sempre quis.
Isso se deu por volta do início de 2018. Achar estágio na área de História (em museus e coisas do tipo) nunca deu certo, tanto pela falta de vagas quanto pela carga horária diária do meu curso que nunca batia com o que eu achava. Consequentemente, fui procurar estágios e empregos em Relações Internacionais e Comércio Exterior. Assim se deu o meu ano de 2018. Obviamente, sem nenhum resultado.
Eu mandava todo mês meu currículo para inúmeras vagas. Nunca recebi uma única resposta. Tudo bem. Bola pra frente. 2019 chegou e eu me formei na metade do ano. Mais 6 meses sem nenhuma resposta. Nesta época, eu já enviava o currículo semanalmente. Queria alguma oportunidade em RI ou Comex. Eu achei que História era um curso similar o suficiente. Pelo jeito, as empresas não concordavam.
Depois de minha formatura, há quase um ano e meio procurando, decidi investir em concursos públicos. Talvez eu conseguisse uma área no setor comercial ou administrativo do Estado. Não seria um problema se eu pudesse migrar posteriormente. Prestei vários concursos que fiquei três ou quatro vagas abaixo da linha de corte. A frustração era grande, mas eu continuava.
Enquanto isso, precisava me sustentar. Portanto, permaneci dando aulas de inglês. Não posso negar, sou bom nisso. Não muito bom, mas o suficiente para receber elogios esporádicos tanto de alunos quanto colegas. Quem sabe se em algum momento eu me dedicasse à área pedagógica, pudesse crescer e construir uma carreira ali.
Porém, eu sabia que investir na área pedagógica me afastaria completamente de RI e Comex. Então nunca fiz isso ou fui para esse lado. Em certo momento de 2019, passei no edital do IBGE para o Censo 2020. Meu nome foi homologado no Diário Oficial da União. Eu estava dentro. Tinha conseguido algo diferente, além de dar aula. A frustração parecia ter acabado. Só precisava esperar março de 2020 para ser chamado. Minha namorada chorou de felicidade por mim. Eu também estava transbordando por dentro.
Aí aconteceu que... a pandemia. Todos sabem. A verba do Censo 2020 foi cortada completamente nesse ano e transferida para o segundo semestre de 2021, isso se não for postergada mais uma vez. Depois, descobri que o concurso que tinha passado era PSS e mesmo eu estando dentro, não significava que seria chamado. Nisso já era metade do primeiro semestre de 2020 e eu também não havia parado de mandar currículo para RI e Comex. Se eu conseguisse um emprego nessa área, não ficaria no IBGE (pois o cargo era temporário de apenas um ano).
Extremamente frustrado, depois de muitas e muitas (e muitas) crises de raiva, tristeza e angústia, decidi investir em alguma coisa que fosse mudar tudo. Comecei uma segunda graduação. Moro em Curitiba e diante das possibilidades de cursos que poderia fazer nessa área, optei pela que me pareceu melhor: Comércio Exterior.
Minhas aulas começaram em julho desse ano. Desde o mês sete, tenho uma única rotina: todo dia da semana eu acordo, vasculho a internet, sites especializados, grupos de WhatsApp e Telegram, em busca de empregos para a área comercial, administrativa, financeira ou até logística. Existem muitas coisas em cada um desses setores com as quais eu adoraria trabalhar. Todo dia, literalmente todo dia mesmo, eu me inscrevo em média de uma até três vagas - tipo, todo dia.
Desde julho, sou rejeitado em umas 30/40 vagas mensalmente. Entrar em uma segunda graduação de Comércio Exterior realmente ajudou: agora sou chamado para entrevistas e provas. No entanto, sempre que me perguntam se eu faço alguma coisa, se ainda trabalho, digo que tenho o trabalho temporário de instrutor de línguas. Algo que quero largar assim que conseguir outro trabalho na área que quero, ou seja, na área para a qual estou me inscrevendo.
Só que é sempre nessa parte, é sempre nesse momento que vejo claramente que sou colocado de lado. Ninguém quer contratar alguém que precisou trabalhar como professor. Algo pedagógico, muito diferente do mundo comercial. Sempre elogiam minha curiosidade por línguas, acham legal meu contato com setores administrativos e financeiros no passado, mas por terem sido trabalhos informais, ninguém se importa. Sim, estou frustrado.
Dia após dia recebo e-mails falando que não foi dessa vez. Isso quando os recebo. A maior parte das inscrições por e-mail não são respondidas. As que realizo por sites diversos, estão marcadas 90% como "Rejeitado por falta de experiência". Todos estágios. É sério. Tenho mais de 40 vagas de estágio rejeitadas por "falta de experiência". Repito novamente porque estou frustrado: estágios.
Eu não consigo um único estágio. Em nenhuma área. Todo dia sou recusado. Não importa se é RI. Setor de compras. Setor administrativo. Setor financeiro. Setor de logística. Só preciso desse primeiro emprego na área. Aposto que os demais vão vir muito mais facilmente (porque mais difícil não tem como existir).
E receber constantemente, apesar do esforço diário de mandar currículos, atualizar informações em sites (sim, tenho perfil em LinkedIn e mais outros diversos sites de emprego), apenas me lembra do meu fracasso. Não tenho perspectivas nenhuma de que vou conseguir. Nenhuma perspectiva que vou mostrar para alguém quão esforçado posso ser. Quão dedicado. Eu só preciso de uma chance para a primeira oportunidade.
Estou nessa há 3 anos. Acumulo quase 100 rejeições totais desde que comecei minha segunda graduação. Cada vez me empenho mais para tentar. Cada vez tenho menos vontade e fico pior. Menos motivado. Antes que alguém fale alguma coisa (se alguém aguentou ler esse textão de desabafo até aqui), estou sempre verificando meu currículo: como apresentar informações, tirando, colocando coisas. Já contratei profissionais de currículos que analisaram e mudaram algumas coisas. Já apresentei pra muitos profissionais colegas e da família que deram algumas sugestões e elogiaram outras coisas. É algo que estou sempre tentando melhorar, mais e mais.
Pra encerrar, existe um fator nisso tudo que aumenta ainda mais a frustração comigo mesmo, a frustração com todo esse cenário. Minha namorada trabalha na área de tecnologia. Em 2019, decidiu arranjar um estágio. Se inscreveu para três e conseguiu um deles. Agora em 2020 decidiu ir para outro, se inscreveu em uma única vaga e foi aprovada. Não tenho raiva nem dela. O que mais me afeta é a diferença da facilidade de conseguir emprego em uma área comparada à outra. Ela é minha namorada. Amo ela e estou feliz que ao menos um de nós está tendo conquistas dessa área. Mas não consigo deixar de ficar pior, o problema sou eu? Nunca vou conseguir uma vaga simplesmente por causa da minha primeira formação? Porque precisei dar aulas para me sustentar? O problema é algum outro?
Enfim, esse é o meu desabafo. Desculpem pelo tamanho do texto e obrigado se alguém chegou até aqui.
submitted by Creative_Oven_6350 to desabafos [link] [comments]


2020.10.14 09:18 queijinhos Eu não consigo NADA.

É exatamente isso: não consigo nada.
Eu não consigo terminar nada do que eu começo, a minha vida tá desmoronando, parece que ninguém se importa e eu nem sei escrever um texto decente.
Tudo tá difícil. Eu não tenho 1 real, meu namoro tá indo pro lixo, não tenho amigos nem emprego. A pandemia levou o que eu tinha - só sobrou 100kg, um monte de doença e a Trigg me infernizando pra pagar a dívida que eu tenho. Nenhum anti depressivo resolve, meu pai me acha um fracasso e a minha mãe culpa meu autismo. Minha namorada parece me odiar cada dia mais, o pessoal da Drogasil já decorou meu nome - nome esse que tá indo pro Serasa.
Meu último trampo foi de caixa e não durou nem seis meses porque eu sou incapaz de fazer qualquer coisa. Não consigo dormir, não consigo chegar no horário, não consigo ter uma conversa como um ser humano normal. Lógico que não vou durar em emprego nenhum. Até os freelas desapareceram e meu currículo é uma piada.
Não consigo ver um filme porque não sou capaz de sentar no sofá e prestar atenção. Nem jogar, nem me exercitar, nada. Meu cérebro está em um constante estado de “NEXT” e nunca faço nada nem término nada.
Sexo? Faz mais de seis meses. Não tenho vontade, não estamos bem de saúde. Não lembro a última vez que me diverti.
Não sobraram amigos, nem dinheiro, nem beleza, nem saúde, não sobrou nada. Me pergunto que porra eu tô fazendo no universo porque essa é a vida mais meia bomba que eu já vi.
submitted by queijinhos to desabafos [link] [comments]


2020.10.13 17:00 baconpegandofogo Alguém algum dia irá ter medo de me perder?

Hoje me deparei com um post no reddit que dia "Alguém um dia vai ter medo de te perder?" e essa frase ficou na minha cabeça. Venho passando por algumas situações bem difíceis, que vou descrever agora.
Um dia antes da quarentena começar aqui na minha cidade, eu (20H) conheci uma moça (21M) que era interessado já um tempo pois cursavamos a mesma faculdade. Acabou que a gente se falou por muito tempo, ficou bem próximo, basicamente webnamoro por mais que doa falar isso. Contudo em um momento demonstrei uma insegurança em relação ao passado dela (embora em nenhum momento tenha colocado culpa nela ou nada, inclusive deixei claro que era algo que deveria resolver comigo mesmo).
Não deu outra: ela me deixou. Saiu sem explicar muito e foi bem fria e sem empatia mesmo a gente estando próximo. Nunca mais voltou a falar comigo, me excluindo em todas as redes sociais.
Então, os meses passaram, pois aquilo fora apenas no começo da quarentena, e acabei me tornando próximo de uma amiga minha (20M). Próximo mesmo, conversávamos todo dia (principalmente ela mandando mensagem), vendo filme e série juntos, ela me pedia ajuda em coisas da vida dela tipo briga com o pai, fazer o próprio negócio e etc. E bem, era minha ex namorada, a única que já tive. Nosso termino foi há dois anos e os motivos foram imaturidade e minha insegurança. E bem, eu sempre havia tido sentimentos por ela, só escondia por que não dava muito certo e ela se esquivava de qualquer conversa desse tipo .
Uma coisa sobre nosso término é que sempre voltávamos a nos falar, stalkear e afim. Dessa vez eu tomei coragem e disse o que sentia, como gostava e o resultado foi: friendzone 🤡. Continuamos a ser amigos pq ela queria muito continuar a amizade e eu tb até, porém mas nada mudou em mim e parte queria conquista-la novamente, o que é idiota demais, eu sei.
Acabou que percebi que ela se sentia mal eu flerte com ela, através de tweets de uma amiga (17M) com uma conta privada dela (perfil que eu não sigo, logo n vi as mensagens dela mas vi que meu nome tava ali pelas msgs da amiga). Então disse que estava me afastando e que não dava pra continuar a amizade com tudo oq eu sentia, pelo fato de não ver o sentimento por mim mudar e por ser o "chatão", parafraseando a amiga dela. Ela se desculpou, disse que queria falar disso pra mim mas não sabia como, que era só pq se sentia sufocada (e eu entendo mas poxa ela nunca falou comigo). Me afastei dela, faz dois dias, e dei unfollow em um Instagram dela q era voltado pra poucas pessoas mais próximas.
Bem, agora volto a frase que vi no reddit hoje. A primeira moça não se importou em me perder, por mais que tenha me esforçado e doado ao máximo. Minha ex também não vai, mesmo eu também tendo me esforçado e doado ao máximo. Sei que erro e tenho defeitos mas eu tô sempre ali e sinto que esse sentimento só parte de mim. As pessoas sempre vão embora como se eu não significasse nada. Me sinto completamente irrelevante e gostaria de me sentir minimamente importante no quesito amoroso. Isso acaba tanto com minha auto estima que nem sei... Mas sigo mesmo um pouco mais destruído a cada dia que passa.
submitted by baconpegandofogo to desabafos [link] [comments]


2020.10.09 04:51 PolyglotSam Apaixonado por um amigo; Talvez haja reciprocidade, mas o contexto é complexo

Isso também é um desabafo, pq ninguém quer me ouvir dizer, mas eu preciso falar.
Eu (19, M, Bi) sinto que eu estou preso, romanticamente preso. Já cheguei a fazer um post em outro sub, há exatos 1 ano, sobre essa mesma situação, e isso me fez ver q eu tô fudido.
Bom, começando do começo. Eu tenho um amigo, vamos chamar ele de Léo, e ano passado eu e ele estudamos juntos no terceirão. A princípio ele namorava uma menina, e isso me fez acreditar que era impossível existir qualquer lance entre a gente. No entanto, há um ano, eu descobri que ele não é hétero, apesar de estar em um relacionamento hétero, mas sim bi. Isso fez minha cabeça surtar com suposições e idealizações de um possível futuro junto dele. E isso não parou, nem por um momento, ao longo de um ano, mesmo sem convívio diário. Só consigo pensar nele quando eu penso em "amor". Eu me sinto feliz na risada dele. E 99% do tempo eu queria estar no abraço dele.
Ele ainda namora essa menina, que por sinal é bem legal. Por isso, eu me sinto culpado por ainda estar gostando dele. E assim, há algum tempo eu resolvi dizer pra ele como eu me sentia - mesmo sabendo q ele estava comprometido - a fim de tentar me sentir melhor, e ver se só assim eu conseguiria seguir em frente.
O ponto é, eu não quero seguir em frente e esquecer ele. Ele não é super bonito, mas é atraente pra mim. Eu gosto do jeito que ele é quieto, mas quando fala, acerta. Como ele escuta os papos que eu tenho pra falar. Como eu gosto de ouvir e falar o nome dele. Eu me sinto 200% culpado por gostar de uma pessoa que já tem um amor. Mas ainda sim, essa sensação me vicia, a sensação de querer alguém. De estar apaixonado.
Alguns detalhes são importantes: Quando conversei com ele, ele foi super compreensivo, me explicou que ele estava namorando e tudo aquilo, mas em nenhum momento ficou zangado/puto comigo. Eu resolvi perguntar pra ele se, caso não estivesse namorando, a gente rolaria, vulgo se ele tinha interesse em mim. E a resposta foi sim. Isso fez com que eu não desistisse daquela esperança, e, consequentemente, da gente.
Eu não desejo mal à ninguém, e é muito longe de mim desejar o fim do relacionamento alheio, então eu optei só por esperar. E, como é bem raro alguém aparecer na minha vida, fez sentido pra mim. O problema é que eu comecei a analisar que eu só tenho atração por alguém se eu estou apaixonado por ela. Isso impede que eu fique com pessoas aleatórias, pq pra mim não faz sentido. Ou seja, como eu gosto dele, eu acabo sendo o cara que fica sozinho, enquanto ele tá lá, com a namorada. Mas isso não tem nada a ver com ele, até porque eu não falei mais sobre gostar dele depois dessa ultima conversa na qual ele disse q a gente rolaria.
Agora, ele tacou gasolina na fogueira: Em um dia que estávamos jogando, ele flertou comigo, tipo, MESMO. Foi uma piada com conotação sexual direcionada a mim. Quando ouvi aquilo, eu entrei em um mini-pânico e não soube o que responder, mas acabei flertando de volta. Desde então minha mente cria histórias e cenários. E eu to feliz em cada um deles. Inclusive, tentando concretizar esses cenários eu escrevi um conto (muitas páginas, mais do que eu me orgulho em dizer) onde a gente realmente tá junto.
Eu só tô tão triste por estar sozinho, isso faz parecer que eu não mereço ser amado, e ter tudo aquilo que os outros têm. Isso me faz achar que nunca, mas nunca, vou ter alguém do meu lado. Cada chabce que eu podia ter na vida não deu certo por algum motivo. Eu to cansado de sonhar, de ter devaneios com saudade do que eu nunca tive. Eu só queria ele.
TL;DR: Me apaixonei pelo meu amigo bissexual que está num relacionamento hétero; mas que demonstrou ter interesse em mim, mostrando potencialmente um sentimento recíproco. Me invovi romanticamente com uma ideia de futuro e isso me fez ficar preso sozinho com meu coração estando nas mãos de outra pessoa. E, aparentemente, eu não quero seguir em frente.
Opiniões?
submitted by PolyglotSam to desabafos [link] [comments]


2020.10.08 14:59 Creids258 Como ajudar um colega a se livrar do seu vício?

Bom dia! Gostaria de algumas dicas para ajudar um colega meu a se livrar do seu vício em maconha, ele fuma desde os 12 anos, usa lança- perfume, fuma cigarro, bala e bebe. Não conhecia bem esse mundo até entrar na faculdade, nunca procurei para ver como é uma maconha ou como bolar um baseado. Mas ele precisa de ajuda, nesse ano ele teve um problema com o pai dele e saiu para morar em outra casa aqui na cidade, ele tem uns amigos e uma namorada que também adoram usar essas coisas, os dois trabalham no Fórum aqui da nossa cidade, estamos no curso de Direito. A namorada dele inclusive trabalha na mesma vara que eu, ela trabalha no gabinete ao lado do juiz, faz audiência entre outras coisas, os dois estão morando juntos nessa casa e ver o jeito que ele está se destruindo é muito triste, ele usa essas coisas em eventos que ele vai com seus amigos. Tem umas festas que eles frequentam chamada Trip Sound, Circus e tem outras que não lembro o nome, ele inclusive usa o seu Instagram para mostrar que usa essas coisas e também vende para conseguir lucrar um pouco. Eu e meus colegas da faculdade já tentamos conversar com ele, mas ele não muda, ele fala no Twitter que foi atrás de melhoras, procurou uma psicóloga, mas depois não voltou mais lá. Eu entendo que ele tem uma vida meio conturbada os pais são separados, o pai mora aqui na minha cidade e a mãe mora na cidade onde ele nasceu, um dos problemas que fez ele sair da casa do pai dele é que o pai descobriu que ele fuma e além disso o pai dele bebe muito e isso deixa ele triste, já conversei com ele várias vezes mas ele não para, não muda e isso está destruindo ele, ao meu ver ele já era meio doidinho quando conheci ele, mas agora ele só está ficando mais lesado, já pesquisei e conversei com meu psiquiatra sobre os efeitos da maconha no nosso cérebro e elas não são boas. Se alguém tiver algum conselho para me dar ou um modo para ajuda- ló eu seria grato.
submitted by Creids258 to desabafos [link] [comments]


2020.10.08 04:06 Cyberthinker Minha melhor amiga me atacou e me abandonou no leito de morte de um parente e depois de 5 anos me envia “oi, amigo”. O que vcs fariam?

Sou gay, minha família finge que não sabe. Minha então melhor amiga da faculdade (que sabia que sou gay) andava comigo pra cima e pra baixo.
Ela sempre teve fama de ser uma pessoa difícil, arrogante, fria, xucra... Nenhuma menina da faculdade gostava dela, ela sempre comprava briga. Eu era o único amigo dela na faculdade, e sempre nos demos muito bem. Aliás, ela não se dava bem nem com a própria família. Mas por incrível que pareça comigo ela sempre foi um doce, nunca tivemos qualquer problema, amizade de 10 anos! Inclusive dizia que se não achasse o homem ideal queria ter um filho meu.
Como estávamos sempre juntos, alguns pensavam que éramos um casal. Não sou afeminado, sou masculino (minha avó diz que sou bonito kkkkk) e ela aproveitava pra colocar como foto principal dos perfis dela das redes sociais nós dois juntos pra fazer inveja na concorrência, pra atacar os ex-namorados dela, pra atacar as meninas que a odiavam… Ela usava minha imagem como namorado de mentira pra ostentar uma relação.
Em certo ponto comecei a levar ela para os eventos da minha família. Minha família sabe que sou gay, já falei pra minha mãe, ela já deu a notícia pra outros parentes, mas nunca tocaram no assunto, é um tabu. Principalmente minha avó (católica, conservadora, mas com quem sou muito ligado) a vida inteira me cobrou uma namorada. E essa minha melhor amiga disse: SE VC QUISER, POSSO FINGIR PRA SUA FAMÍLIA QUE SOU SUA NAMORADA. SUA AVÓ JÁ É VELHINHA, PELO MENOS ELA FICA FELIZ. Eu disse mesmo que a gente não precisava fazer teatro, deixe que acreditem no que quiserem.
Mas nos eventos de família, minha amiga fazia questão de ficar bem próxima a mim. Ela é uma moça bonita. Meus parentes, principalmente minha avó, não escondiam a alegria e o alívio de pensar: “OBRIGADO DEUS, ELE TEM UMA NAMORADA! NÃO É GAY!”
Minha avó sempre perguntava dela, sempre queria vê-la… passou a ter uma obsessão por essa menina… E ela tbm se aproximou da minha avó… era carinhosa, tratava bem, ajudava, fazia maquiagem, cabelo, favores na casa… enfim, conquistou a confiança da minha avó.
O tempo passou e minha avó teve um infarto (ou ameaça de infarto?), foi parar na UTI. O médico disse que não iriam fazer nenhum intervento por causa da idade, e se ela quisesse e a família concordasse, ela podia ir pra casa (insinuando pra ela morrer no conforto do lar) pq não tinha muito o que fazer. Ela não conseguia se mexer, muito fraca, falava muito baixinho… E disse que antes de morrer queria ver quem? Minha “namorada”. No leito de morte, ficava chamando pelo nome dela.
Não hesitei, chamei minha amiga pra visitar minha avó. Afinal era minha melhor amiga, claro que não seria problema, né? Não! Ela surtou e disse: DESCULPA, MAS NÃO VOU. NÃO VOU FAZER PARTE DESSE TEATRO. AINDA MAIS PRA UMA VELHA QUE NÃO ACEITA O NETO GAY, HOMOFÓBICA, ATRASADA. NÃO CONCORDO COM ISSO. SINTO MUITO, ESPERO QUE ELA TENHA UMA PASSAGEM TRANQUILA. EU QUERO AMIZADE DE PESSOAS LEVES, E NÃO AMIZADE EM QUE VC ME COLOCA DENTRO DOS SEUS PROBLEMAS PESSOAIS.
Eu respondi: POIS EU SOU PROFUNDO E PREFIRO AMIZADES PROFUNDAS, DE PESSOAS QUE ESTÃO DO NOSSO LADO MESMO NOS MOMENTOS DIFÍCEIS.
Juro que ela disse tudo isso! Ela se negou a visitar uma velhinha que chamava por ela no leito de morte e ainda me falou tudo isso. Se ela não quisesse, tudo bem, podia ter dito de forma delicada ou normal que não iria se sentir bem, eu iria entender... mas não, ela se recusou e me atacou. Num momento de fragilidade, num dos momentos mais difíceis da minha vida. E depois de ela mesma contribuir pra armar todo esse "teatro" e fazer questão de conquistar o carinho da minha avó. Foi muito extremo, uma punhalada muito forte. Cortamos totalmente a relação.
Por sorte, minha avó sobreviveu e está bem depois de 5 anos (hoje tem quase 90). Mas minha “amiga” nem quis saber se ela realmente morreu eu não, nunca me procurou pra saber.
E hoje, depois de todo esse tempo, ela me envia mensagem: OI AMIGO! O FACEBOOK ME MANDOU UMA LEMBRANÇA SUA. COMO VC ESTÁ?
Realmente não sei como reagir. O que vcs fariam?
submitted by Cyberthinker to desabafos [link] [comments]


2020.10.01 21:40 niro29832 Estou morrendo de ciumes do meu melhor amigo virtual

Antes de tudo tenho que dizer que sou indeciso sexualmente, ainda não sei se gosto de meninos ou de meninas. Pois bem, eu tenho esse amigo virtual, passo o dia inteiro conversando com ele, ele sabe tudo da minha vida, já mandei fotos da minha casa da minha escola meu nome completo etc. mandei tudo isso porque queria criar intimidade, mas ele nunca me revelou nada sobre a vida dele, eu não sei nem o nome verdadeiro dele, só sei que ele mora muito longe ( tipo do outro lado do país ).
Mas eu gosto muito dele, eu não sei, acho que estou apaixonado por ele ( como disse eu estou indeciso ), enfim, tudo ia bem até um dia ele me falar que arrumou uma namorada.
Eu não sei o que faço mais porque ele não me dá mais a mesma atenção que antes e agora me trata mal e fica me humilhando, mas ainda assim eu não consigo parar de ficar chamando ele no privado e insisto em puxar assunto com ele, eu bloqueio ele por algumas horas ou alguns dias mas logo fico com saudade e mudo de ideia e tento puxar assunto de novo.
E pra piorar a situação ele tem 20 anos e a namorada é menor de idade, eu já quis denunciar ele por namorar menor de idade, eu acho que prefiro ver ele na cadeia do que nessa situação em que ele não me dá mais amor na mesma intensidade e me trata mal e pisa em mim. Não tenho certeza se o namoro dele dá cadeia ( quem conhecer os artigos do Código Penal por favor me ajudar ) mas eu quero muito ver ele preso porque quero me vingar desses sentimentos ruins que ele causou em mim.
Enfim, não sei mais o que fazer, eu acho que estou obsecado por ele e não estou sendo correspondido. Não sei se tenho mais razões pra continuar vivendo.
submitted by niro29832 to desabafos [link] [comments]


2020.09.27 08:56 throwwitbackaway Tratei alguém como gostaria de ser tratada e me lasquei

Há uns 2 anos tive um relacionamento bem traumatizante, fui webtraida (isso existe?) com uma garota que meu ex conheceu em uma viagem de igreja.
Foi bem difícil recuperar a confiança nas pessoas, relapsei no meu transtorno alimentar (perdi 10 quilos) e questionei todo o meu valor por meses, até conhecer meu atual namorado, um cara maravilhoso e que me trata muito bem.
Quando aconteceu isso tudo, muitas pessoas conhecidas na viagem souberam o que aconteceu e decidiram não me contar, sabe se lá porque, mas jurei que avisaria caso visse algo similar acontecendo.
Só que recentemente, dando scroll no meu tiktok um vídeo de um casal apareceu e eu reconheci a menina, que é da minha cidade, com o webnamorado dela. Fiquei ok e segui a vida.
Porém hoje minha melhor amiga foi em uma festa de um grupo de amigos dela e a moça do vídeo estava lá, deu em cima dela e de outras pessoas, pedindo pra ficar, inclusive falou que não tava mais namorando o dito cujo. Quando minha amiga contou isso fui conferir o perfil do garoto e tava tudo lá, as fotos e até o nome dela na bio.
Pensei pensei e decidi avisar, pelo menos tentar.
Mandei todas as provas pro garoto, o relato da minha amiga e de mais outras pessoas e quem disse que ele acreditou? Ele ficou com muita raiva, disse que eu tava mentindo por "inveja" e falou que acredita na namorada com a vida.
Não me arrependo de ter falado, mas cara como é difícil tentar ser uma pessoa decente. Fico pensando se eu reagiria da mesma forma na época que me aconteceu ou acreditaria na pessoa.
submitted by throwwitbackaway to desabafos [link] [comments]


2020.09.26 03:46 amyciax Me sinto sufocada...

Bom, estou escrevendo pois preciso desabafar e não tenho ninguém e nem confio em alguém. Já faz 1 ano que me sinto inútil, puta, boba etc.. Meu problema é o amor, só me machuca. Tudo começou há exatamente 1 ano e 9 meses, me apaixonei pelo motorista de ônibus que passava perto de onde eu estudava, ele sempre me encarava me retrovisor...Um dia teve um evento na escola em que eu estudava e eu fui falar com ele para perguntar horário e daí começamos a conversar e ficar cada vez mais próximos, o tempo foi passando e eu queria algo a mais, porém nunca comentei nada, uns 6 meses depois eu descobri que ela tinha esposa, quando eu descobri foi um "choque" tão grande e eu chorei muito, mas muito mesmo...Depois disso nunca mais fui a mesma, eu fui me encontrar com ele depois de 1 semana, perguntei a ele sobre sua esposa e ele tentou se explicar de todas ás formas, disse várias coisas fofas, conseguiu me manipular, e eu desculpei ele... Ele me pediu em namoro e eu aceitei, ele era muito ciumento comigo, eu não podia falar de outros meninos, elogiar, conversar com outros meninos que ele já mandava eu me respeitar falava que isso era coisa de puta, várias coisas do gênero e cada vez eu me sentia mal, sufocada por não poder contar dele pros meus amigos/família e magoada por ele querer me controlar e me esconder de quase todos, mas eu não conseguia me afastar dele, sempre que tentava dava errado e eu voltava para ele. Quando foi um tempo depois ele trocou de linha e eu não encontrei mais ele, conversávamos apenas por mensagem, um dia a mulher dele me ligou várias vezes de madrugada e várias mensagens me xingando de tudo que é nome, eu me senti muito pior do que eu já estava, ela me contou que ele disse que eu era só uma rapariga dele, depois ele tentou se explicar para mim e reclamou que eu mandei os print da minha conversa com ele para ela, acreditei nele mais uma vez e lá vou eu de novo, mas para o alivio de algumas pessoas e meu também, eu não fiquei com ele consegui ver a burrice que eu estava fazendo. Com o tempo fui me recuperando, passou 2 meses e eu ainda amava ele, tentei outros caras, mas não rolava. Eu comecei a esquecer ele depois de ter conhecido um menino da barbearia aqui perto onde moro, faz um tempinho que eu conheço ele, mas só tínhamos conversado quando fui cortar o cabelo lá. Começamos a ficar próximos e aí nós ficamos, mas foi muito rápido, ele queria me encontrar na casa dele, mas enrolei ele e nem fui... Quando foi na outra semana, eu desconfiei que ele tinha namorada pq ele se preocupava dms com as pessoas que iria me ver, então eu ignorei esse fato e fui lá para barbearia perguntar se ele tinha namorada, mas quando cheguei lá, perdi a coragem de perguntar, então ficamos dnv no banheiro, ele queria algo a mais, mas não facilitei para ele, depois quando já estava perto das 19hrs, fui embora cheguei em casa e fui pesquisar o instagram dele, e tinha lá na bio dele o @ dela e essa menina eu vi ela pessoalmente uma vez quando fui lá, na hora que vi eu fiquei chocada não acreditei que estava acontecendo tudo dnv, eu entrei em desespero e chorei muitoo, eu acho que eu gosto dele, mas vou tentar de tudo para não cair no papinho dele.. Eu estou tão magoada, pq sempre são pessoas que já estão em relacionamentos? Pq todos os homens só tem segundas intenções comigo? Eu não aguento mais... Pode parecer drama, mas isso me machuca muito e me faz muito mal, eu sou bastante ansiosa e emotiva, acho que isso pode me levar para uma depressão...
submitted by amyciax to desabafos [link] [comments]